Praga é o nome popularmente dado a organismos indesejados que causam danos a uma cultura ou à saúde das pessoas. De acordo com o especialista em agricultura orgânica Thiago Tadeu Campos, quando em plantações de horta, a ocorrência abundante e sem controle desses organismos acarretam em um prejuízo econômico. Isso pode até devastar extensas áreas agrícolas e florestais. Por conta disso, é preciso estar sempre atento com seu cultivo, identificar o tipo de invasor e saber como fazer o controle. Caso contrário, dificilmente se terá alimentos ou produtos agroflorestais com qualidade.

Os insetos, fungos, bactérias, ervas daninhas podem ser consideradas pragas, se estiverem prejudicando o desenvolvimento de um ser vivo. Para o caso de pragas que atacam animais e seres humanos, é mais correto usar a palavra epidemia.

As principais pragas que ocorrem em hortas

Para se ter uma horta orgânica de qualidade, fique sempre atento para a ocorrência desses organismos, para que você possa realizar o controle e evitar o aparecimento de doenças:

Pulgões: são insetos de 5mm de comprimento, de cores variadas, que atacam a seiva dos vegetais e deixam um líquido açucarado, o que pode atrair fungos e bactérias e formigas. Ou seja, uma praga pode se tornar quatro! Eles deixam as folhas novas amarelas e enroladas.

Lagartas: são insetos que estão em uma fase que precisam se alimentar muito para entrar na fase da pupa, onde se desenvolverão por um tempo para então se tornarem borboletas. Imagine o estrago que uma lagarta causa! Elas devoram as folhas e são realmente problemáticas.

Moscas brancas: insetos de 1 a 2mm de comprimento, de coloração branca a amarelada, elas atacam uma diversidade de vegetais, como brócolis, pepino, berinjela, pimenta, abobrinha e ainda são pragas de tomateiro. Elas causam murcha, queda de folhas e contribuem para a perda dos frutos. Assim como os pulgões, deixam substâncias açucaradas que atraem outras pragas.

Cochonilhas: de 3 a 5mm, coloração marrom ou amarelados, esses insetos atacam as folhas, deixando-as com aparência lustrosa devido a um óleo que eles excretam. Fique atento pois esses insetos também deixa a “porta aberta” para outras pragas.

Vaquinhas: besouro de cor verde com manchas amarelas que se alimenta das folhas e pólen quando adulto, e quando na fase larval, se alimenta de raízes. Além disso, elas favorecem o ataque de vírus e bactérias. As plantas mais desejadas das vaquinhas são a batata e o milho.

Agora é hora de agir

E existem muito mais. Assim que identificar qual está ocorrendo em sua plantação, procure informações sobre métodos de controle biológico e manejo integrado e seja rápido, pois os ciclos de vida desses insetos e de outras pragas são muito curtos. Caso não se consiga controlar, faça o combate de maneira consciente, utilizando os inseticidas naturais, por exemplo, para não comprometer ainda mais a qualidade de sua plantação.