Ter um jardim em casa é o sonho de muitas pessoas, no entanto a falta de espaço acaba sendo um grande empecilho para que essa ideia vire realidade. O CicloVivo separou um modelo simples e compacto que pode ser feito a partir de blocos de construção reaproveitados.

A ideia pertence à designer, especialista em jardinagem, Annette Gutierrez e já serviu de exemplo para diversas outras criações que aprimoraram e deram novas utilidades ao projeto inicial. O artesanato é simples de ser feito, no entanto exige alguns cuidados com o manuseio dos materiais para evitar acidentes.

O primeiro passo é juntar os blocos de concreto. O modelo é o de 12”, são aqueles usados em obras, geralmente para a construção de colunas. A quantidade irá depender do espaço disponível e da criatividade do artesão.

Após ter os blocos em mãos, junte-os e empilhe-os até ficarem no formato desejado. É necessário lembrar que eles não devem ser dispostos uniformemente. É necessário fazer uma espécie de parede em que existem alças, como é possível observar nas imagens da galeria.

O estágio seguinte é opcional e só deve ser colocado em prática por aqueles que desejam ter um jardim fixo. Para estas pessoas, é necessário tirar uma foto após a montagem inicial, pois todos os blocos precisarão ser colados. Assim, a imagem servirá de referência para que a forma não seja perdida.

Quem optar por deixar a estrutura móvel precisa separar inicialmente os blocos que receberão as plantas, pois todos eles devem ser equipados com uma tela na parte inferior, que impedirá que a terra vaze pelo buraco. Entre a tela e a terra o ideal é que se use um pedaço de tecido, que pode ser o TNT, para “forrar” o solo.

Após empilhar todos os blocos, com as telas nos devidos lugares, é só começar a plantar. A sugestão é que sejam utilizadas mudinhas de suculentas, que são plantas que exigem menos água. Porém, é possível testar outras espécies e talvez a estrutura possa servir até mesmo como horta caseira.

 Clique aqui para ver outras maneiras de fazer jardins verticais.

Com informações de PotTed, The Hunted Interior e  Apartment Therapy.

Redação CicloVivo

Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.