O Grupo Bureau Veritas, líder mundial em Teste, Inspeção e Certificação (TIC), lança o Origin, primeiro selo de rastreabilidade do mundo para o setor de alimentos, que disponibiliza aos consumidores informações de toda a cadeia de produção de um produto, do campo ao garfo.

A Origin, baseada na tecnologia blockchain (que permite o armazenamento e compartilhamento de informações entre vários computadores, o que garante uma maior segurança no armazenamento de dados), oferece de maneira inteligente e prática, informações sobre cada etapa da jornada de um produto. Os dados podem ser checados pelos consumidores no próprio momento da compra, no supermercado, por meio de um QR code, em que o histórico completo de cada produto é mostrado, auxiliando na escolha do que será colocado no carrinho.

Toda a cadeia de valor das indústrias alimentícias também se beneficiam dessa solução, já que marcas e varejistas são capazes de controlar melhor as cadeias de suprimento, com maior visibilidade e gerenciamento em tempo real de recalls de produtos.

Lançamento

A tecnologia já foi testada em projetos pilotos com diversos clientes do Bureau Veritas, e agora está pronta para ser lançada no mercado.

“O lançamento da Origin acontece após dois anos de trabalho do Bureau Veritas para desenvolver aplicações blockchain que aumentam a confiança nas transações. A Origin é uma solução ganha-ganha não apenas para os consumidores, mas também para varejistas, fornecedores, processadores e fabricantes, pois agrega valor para o produto final”, destaca Vincent Bourdil, vice-presidente de alimentação do Bureau Veritas.

O uso de blockchain torna a Origin uma tecnologia inovadora e resolve os principais desafios da rastreabilidade completa da cadeia de alimentos que até então não era eficiente. Desenvolvido em parceria com a Worldline, líder em segurança de transações digitais, o uso da tecnologia blockchain revoluciona a forma como as transações são verificadas, aumentando a confiabilidade das informações.

Esquemas de verificação de alimentos tradicionalmente dependem de inspeções de terceiros e amostragem em cada etapa do processo de produção de alimentos. Uma solução baseada em blockchain permite a verificação contínua e completa, exigindo que todos os jogadores compartilhem registros e validem as transações sempre que ocorrerem. Ao mesmo tempo, os dados confidenciais permanecem em sigilo, pois é possível conceder diferentes níveis de acesso à informação dependendo do perfil do usuário.