Conscientizar o consumidor sobre as questões de nutrição e alimentação saudáveis e sustentáveis também exige esforço por parte do pró prio comércio. Ações que incentivam o aproveitamento de alimentos e combatem o desperdício são ótimos caminhos para alcançar este objetivo. O Pão de Açúcar é uma das provas de que projetos deste tipo podem ser eficientes, sem representar obstáculos aos supermercados.

Um dos exemplos aplicados pelo Pão de Aç úcar teve início há 19 anos e impede que milhares de toneladas de frutas, legumes e verduras em bom estado sejam descartados todos os meses. O programa “Parceria contra o desperd& iacute;cio” doa estes alimentos para abastecer milhares de pessoas que precisam. De acordo com a organização, existem centenas de instituições cadastradas em todo o paí s. Mensalmente, os alimentos que estão com aparência fora do padrão e muitas vezes não escolhidos pelo consumidor são destinados para o consumo. A média é de 100 toneladas mensais e em 2014 o programa doou  1,3 toneladas de alimentos.

Além disso, o Pão de Açúcar tem uma política exclusiva para gerir produtos com validade próxima ao vencimento. Os clientes conseguem comprar os alimentos com descontos significativos quando comparados aos valores normais dos produtos.

A política também reforça o compromisso ambiental da rede, já que reduz a quantidade de resíduos descartada, alinhando-se à Política Nacional de Resíduos Sólidos. Isso significa ser mais eficiente quanto a recursos envolvidos na produção e distribuição dos alimentos, como os naturais, humanos e de logística.

Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.