A Coca-Cola Company anunciou sua nova política de embalagens cuja o objetivo é recolher o equivalente a 100% das embalagens que coloca no mercado, até 2030. O compromisso é o mesmo para todos os países onde atua. Aqui no Brasil, a empresa vai investir com ações em três frentes: design, coleta e parceria.

Segundo a Coca-Cola Brasil, a empresa dá destinação correta para 51% das embalagens produzidas atualmente. A meta é chegar a 66% até 2020. Esse percentual era de 36% em 2016. O avanço se deu graças ao aumento de participação de embalagens retornáveis, uso de resina reciclada para a confecção de novas garrafas (Bottle to Bottle) e apoio a mais de 200 cooperativas de reciclagem em todo o país.

A empresa está investindo em infraestrutura, entre ampliação de linhas de retornáveis, equipamentos de fábrica, compra de vasilhames e engajamento do consumidor, e também na capacitação de cooperativas de reciclagem e em iniciativas de inclusão dos catadores.

Do total de R$ 1,6 bilhão previsto entre 2016 e 2020, R$ 1,2 bilhão representa o investimento de hoje até 2020. “Temos que fazer isso porque é o certo e é o que as pessoas esperam de uma empresa líder como a nossa,” disse o presidente da Coca-Cola Brasil, Henrique Braun. Para saber mais clique aqui.

500 bilhões de garrafas plásticas por ano

Segundo o jornal The Guardian, o mundo agora compra um milhão de garrafas de plástico por minuto. O dado é baseado em uma pesquisa de mercado da Euromonitor, que o jornal teve acesso com exclusividade. (saiba mais)

Foto: Cn0ra/iStock