No início da semana, a Apple anunciou que suas instalações no mundo todo agora trabalham 100% com energia limpa. Na prática, não há como a empresa ter garantia disso. Uma vez que a energia que compra da usina eólica ou solar acaba se misturando às fontes não-renováveis nas concessionárias, como ressaltou esta matéria do Olhar Digital. De todo modo, não há como negar que é um grande feito o montante de energia renovável gerado pela empresa ou comprado por meio de Certificados de Energia Renovável.

Além disso, a Apple anunciou que nove outros parceiros de fabricação se comprometeram a usar 100% de energia limpa em todas as suas operações. “A Apple cria ou desenvolve, em parceria com serviços de utilidade pública, novos projetos regionais de energia renovável que de outra maneira não existiriam. Esses projetos representam diversas fontes, incluindo painéis solares e usinas eólicas, além de outras tecnologias que estão surgindo, como células a combustível, sistemas de geração micro-hídrica e tecnologias de armazenamento de energia”, afirma a companhia em comunicado.

Alguns números

A Apple afirma que hoje possui 25 projetos de energia renovável em todo o mundo, o que totaliza 626 megawatts de capacidade de geração de energia. Destes, 286 megawatts são provenientes da geração de energia solar fotovoltaica em 2017, a maior geração de energia do tipo para o período de um ano. Mais 15 projetos estão em desenvolvimento. Quando finalizados, mais de 1,4 gigawatts de energia limpa renovável estarão disponíveis em 11 países.

Projetos, projetos e projetos

Confira abaixo alguns dos projetos da Apple em execução:

– Apple Park, a nova sede da Apple em Cupertino, que é atualmente o maior prédio de escritórios com a certificação LEED Platinum na América do Norte. O escritório atua com 100% de energia renovável de diversas fontes, incluindo a energia produzida pelos painéis solares de 17 megawatts instalados nos telhados do próprio edifício e quatro megawatts de células a combustível, controlados por uma microrrede com armazenamento de energia.

– Mais de 485 megawatts de energia provenientes de projetos eólicos e solares desenvolvidos em 5 províncias da China para evitar emissões da produção local.

– No Japão, a Apple tem parceria com a empresa local Daini Denryoku para a instalação de mais de 300 sistemas de captação de energia solar em telhados, o que gerará 18 mil megawatt-hora de energia limpa por ano — o suficiente para fornecer energia para mais de 3 mil residências japonesas.

– Em Cingapura, onde o espaço físico é limitado, a Apple se adaptou e construiu suas fontes de energia renovável em 800 telhados de edifícios.

– Atualmente, a Apple está construindo dois novos data centers na Dinamarca, que funcionarão desde a inauguração com energia totalmente renovável.

Jornalista, social media e aparelhada para gostar de passarinhos. Tem interesse por mais assuntos do que é capaz de acompanhar. Aqui escreve sobre infinitas possibilidades de tornar o mundo um pouquinho melhor.