Já está no ar a nova plataforma VIRALIZE, uma iniciativa do Estúdio Cais – Projetos de Interesse Público, com o apoio do Fundo BIS e em articulação com diferentes setores da sociedade civil, com o objetivo de ampliar a cultura de doação no Brasil.

A proposta é conectar influenciadores digitais, já comprometidos com alguma causa ou agenda socioambiental e que engajam uma enorme audiência em suas plataformas digitais, a projetos e organizações alinhados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), e que estejam com captação aberta, diretamente em suas redes ou por meio de plataformas de financiamento colaborativo.

Incentivo à doações

O objetivo é trazer novos públicos e formadores de opinião para a conversa, ampliando a intenção de doação e permitindo que o tema se espalhe em diversas frentes. Gabriela Moulin, sócia do Estúdio Cais, lembra que esse movimento é fundamental, pois, apesar do Brasil ser um país doador, o volume de recursos ainda é muito pouco em termos do potencial existente no país.

Os números da Pesquisa Doação Brasil, publicada em 2015, por exemplo, mostram a força da doação individual: o montante daquele ano foi de R$ 13,7 bilhões, superando em muito o investimento social realizado pelas 350 maiores empresas do Brasil no ano anterior, que foi de R$ 2,3 bilhões. Porém, os recursos representam apenas 0,23% do PIB (Produto Interno Bruto).

Karen Polaz, coordenadora de fomento e inovação do GIFE, organização que incuba o Fundo BIS, destaca que, para desenvolver esse ambiente cada vez mais motivante para que todos os brasileiros e brasileiras tenham causas e queiram destinar recursos a elas, a comunicação é fundamental.

“Ela assume, assim, um papel essencial em promover essa temática por meio de seu poder de pautar novos temas, levantar debates e mobilizar pessoas. A VIRALIZE consiste em uma iniciativa bastante estratégica para comunicar causas e indicar caminhos de como doar recursos a projetos que as representem, capilarizando e alçando a cultura de doação para todos os cantos do Brasil”.

As causas e os instrumentos

A iniciativa atua em cinco causas – Educação, Direitos Humanos, Saúde e Bem-estar, Meio Ambiente e Cultura – e, neste momento, indica cerca de 50 projetos e organizações, de diversas regiões do país. Todo o material com informações sobre as causas, assim como a respeito das organizações e projetos, estão disponíveis na plataforma.

Os influenciadores têm a sua disposição uma série de produtos de comunicação preparados pela VIRALIZE – como cards em vídeos, chamadas no Facebook ou Twitter, imagens no Instagram etc. – que podem ser divulgados em suas plataformas sobre o tema da cultura de doação e as causas escolhidas, convidando assim seus internautas a se engajarem na iniciativa.

Imagem: VIRALIZE/Facebook

Na plataforma VIRALIZE, todos os cidadãos que se interessam pelo tema e querem participar da iniciativa, também encontram materiais exclusivos com cards e chamadas para serem disponibilizadas em suas próprias redes sociais.

“Hoje, mais do que nunca, todos nós somos influenciadores, seja de nossos amigos, familiares, colegas etc. E, por isso mesmo, é essencial falarmos sobre o tema. Quando as pessoas indicam projetos e organizações aos seus conhecidos, a chance de outros se engajarem é muito maior. E é isso que a VIRALIZE busca”, destaca Rodrigo Bueno, sócio do Estúdio Cais.

Como ressalta Daniele Próspero, sócia do Estúdio Cais, trata-se de um convite para doar, mas principalmente para espalhar a ideia de que doar é parte do jogo democrático, é parte da mobilização e do controle social que viabiliza uma sociedade mais justa, com mais cultura, mais direitos e mais conectada com o planeta.

Além dos materiais de comunicação, a plataforma tem um amplo conteúdo sobre o tema da cultura de doação, dicas sobre ferramentas e formas de doar, pesquisas e estudos sobre o assunto, entre outros materiais. É possível ainda fazer um cadastro para receber alertas com as novidades da plataforma ou acessar as redes sociais da VIRALIZE no Facebook e no Instagram.