Desde segunda-feira (11), quem passa pela Praça Sete, no centro de Belo Horizonte (Minas Gerais), pode ver bem expostos o lixo que é resultado da varrição realizada pelos funcionários da prefeitura. São quatro recipientes confeccionados em policarbonato cristal, cada um medindo 2m². Ali, visíveis a toda a população.

O objetivo da ação, segundo a gestão, é alertar a população sobre o volume de lixo descartado diariamente no chão de ruas e avenidas, que além de sujar a cidade ainda aumenta os riscos de doenças e alagamentos – principalmente, nesta época do ano.

A reclamação da prefeitura é que, por dia, são recolhidas três toneladas de resíduos no chão da Praça Sete. O número absurdo é combinado com o fato de que muitas lixeiras no entorno da praça permanecem vazias.

A iniciativa terá ainda campanhas educativas com pedestres, motoristas e comerciais. Como exemplo, garis protagonizarão ações de sensibilização nos semáforos.

Redação CicloVivo

Jornalista, social media e aparelhada para gostar de passarinhos. Tem interesse por mais assuntos do que é capaz de acompanhar. Aqui escreve sobre infinitas possibilidades de tornar o mundo um pouquinho melhor.