A SOS Mata Atlântica e a Repsol Sinopec Brasil lançam edital que destina R$ 300 mil ao apoio de projetos que fortaleçam parques e reservas na Mata Atlântica e em ambientes marinhos com o objetivo de aproximar a sociedade brasileira das Unidades de Conservação (UCs) públicas e privadas. As propostas poderão ser enviadas até o dia 28 de fevereiro.

Os projetos devem ter o valor máximo de R$ 30 mil e podem contemplar atividades para engajamento de voluntários, estímulo à visitação, formação de guias, monitoramento participativo, atividades educativas e de pesquisa entre outras ações que tragam mais presença para as UCs. Podem participar instituições privadas com ou sem fins-lucrativos, tais como associações, fundações, Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) ou consultorias.

“O apoio às Unidades de Conservação, sobretudo marinhas, está diretamente ligado aos pilares da SOS Mata Atlântica. Entre nossas principais causas estão a valorização dos parques e reservas e a proteção do mar”, diz Marcia Hirota, diretora executiva da SOS Mata Atlântica. “A parceria com a Repsol Sinopec Brasil em editais anteriores viabilizou a execução de projetos em 25 UCs que somam mais de 1 milhão de hectares protegidos na zona costeira da Mata Atlântica, além de terem proposto a criação de três novas Unidades de Conservação”, afirma Diego Igawa Martinez, biólogo da SOS Mata Atlântica.

Segundo o diretor de Ações Socioambientais e Consolidação Territorial em Unidades de Conservação do ICMbio, Cláudio Maretti, o edital abre mais uma chamada de projetos voltados para o fortalecimento e a implementação de Unidades de Conservação. “O propósito é promover o engajamento da sociedade brasileira com essas áreas protegidas, ampliando o conhecimento e a participação social nessa causa. Iniciativas que garantam a presença de pessoas nas UCs, seja por meio de ações e atividades de uso público, de pesquisa aplicada à gestão, do engajamento de usuários, visitantes e voluntários, formação de condutores ou guias e de outras ações que contribuam para melhorar os serviços prestados por essas unidades para a sociedade, serão o alvo deste edital”, ressalta Maretti

A SOS Mata Atlântica, ao longo de seus 31 anos, já apoiou mais de 500 UCs públicas e privadas no bioma Mata Atlântica e ambientes costeiros e marinhos. Em 2010, teve início a parceria com a Repsol Sinopec Brasil no programa Costa Atlântica e esse trabalho conjunto já beneficiou 27 iniciativas em 10 estados, com aporte de mais de R$ 1 milhão.

“Investimos na criação de oportunidades sociais, sendo a proteção e a conservação da biodiversidade e dos recursos que ela nos proporciona um aspecto essencial. Nossos investimentos em meio ambiente estão direcionados para preservação da biodiversidade marinha, pesquisa, educação e sensibilização, que se traduzem na parceria com a Fundação SOS Mata Atlântica”, destaca Leonardo Junqueira, CEO da Repsol Sinopec Brasil.

Confira o edital aqui.

Jornalista, social media e aparelhada para gostar de passarinhos. Tem interesse por mais assuntos do que é capaz de acompanhar. Aqui escreve sobre infinitas possibilidades de tornar o mundo um pouquinho melhor.