Em São Paulo, a Secretaria Municipal de Cultura (SMC), em parceria com a Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência (SMPED), promove durante todo o mês de julho, peças teatrais, shows e atividades artísticas com Libras e audiodescrição em 14 espaços culturais por toda a cidade.

Aproveitando a temporada de férias escolares, as crianças poderão participar de uma contação de histórias com maquiagem artística no dia 28/07, às 11h, no Tendal da Lapa, com tradução para Libras. Ainda no dia 28/07, a peça Elisa e os Cisnes Selvagens, no Teatro João Caetano, será apresentada às 16h, com tradução para Libras e audiodescrição.

Já para quem quer relaxar, na sexta-feira, 27/07, haverá aula de Yoga no Centro Cultural Vila Itororó, às 9h. A oficina, com tradução para Libras, propõe trabalhar o corpo integral (físico, emocional e mental), bem como trabalhar valores para convivência.

Toda a programação é gratuita. Confira a agenda:

HISTÓRIAS DE DESAFIOS E PERSISTÊNCIA

Data: 20/07 (sexta-feira)

Horário: 16:00

Local: Casa de Cultura de Guaianases – Rua Castelo de Leça, s/nº, Jardim Soares

Sobre: A Cia Terezinha é formada pelo músico Paulo Souza e pela atriz Patricia Pires e as histórias que contam refletem uma performance muito interessante, pois misturam seus papéis com harmonia, o que permite uma narrativa potente e um jogo cênico divertido, com muita improvisação e natural interação com o público. Em suas apresentações incorporam vários elementos lúdicos, seja com brincadeiras, objetos, músicas ou com a manipulação de bonecos e fantoches (que são confeccionados pela própria Cia!). Sua pesquisa resultou na formação de oito espetáculos que abordam os clássicos da literatura nacional e internacional, recontados de uma maneira única, com uma roupagem contemporânea, colorida e bem brasileira, podendo citar: O Flautista de Hamelin, A Cigarra e a Formiga, Chapeuzinho Vermelho e entre outras histórias. Além disso, exploram o universo lúdico dividindo seus conhecimentos com adultos e crianças sobre temas relacionados a sustentabilidade, brincadeiras populares, confecção de bonecos, construção de instrumentos musicais, através de oficinas e vivências, desenvolvidas com objetivo de aproximar o público do fazer, do criar, propondo uma transferência da condição de expectador para a de protagonista.

Serviço: Tradução para Libras

Observações: 60min, gratuito, livre. A distribuição de ingressos inicia 1h antes do evento.

DANDARA

Data: 20/07 (sexta-feira)

Horário: 18:00

Local: Casa de Cultura São Miguel – R. Irineu Bonardi, 169, Vila Pedroso

Sobre: Dandara não quer casar com ninguém, mas seu pai Valduir quer que ela se case a qualquer custo, não vê a hora de ser avô e, por precisar de um sucessor para sua delegacia. É aí que Sebastião vê a oportunidade de se dar bem na história; decido a tomar o lugar de Valduir na delegacia ele aceita casar-se com Dandara, mas não é o único. Frederico que é muito esperto também está de olho no casório, ou melhor, no dote de Dandara, assim ele poderá salvar a sua falida fazendinha, única herança que recebeu do pai. Acontece que Dandara descobre tudo e bate o pé que não casará nem com Frederico nem com Sebastião. O que ela não sabe e que seu destino, na verdade, está na mão de outra pessoa, ou melhor, de outras pessoas.

Serviço: Tradução para Libras

Observações: 60min, gratuito, livre. A distribuição de ingressos inicia 1h antes do evento.

MAIS UM TOM DE PRETO

Data: 20/07 (sexta-feira)

Horário: 20:00

Local: Centro Cultural da Penha – Largo do Rosário, 20 – Penha de Franca

Sobre:  No dia 30, o stand-up “Mais um tom de Preto” apresenta a personagem Ingrid Bryan, um grande sucesso no ramo do humor, graças as suas vertentes cômicas e sua flexibilidade de improvisação perante o público. O projeto tem obtido um grande sucesso no palco do Teatro Martins Penna desde 2017.

Serviço: Tradução para Libras

Observações: 60min, gratuito, 12 anos. A distribuição de ingressos inicia 1h antes do evento.

RECONTANDO UMA AVENTURA

Data: 21/07 (sábado)

Horário: 13:00

Local: Biblioteca Sérgio Buarque de Holanda – Rua Victório Santim, 44 – Itaquera

Sobre: Dois garis trabalham em sua rotina diária, fazendo a limpeza de uma esquina qualquer da cidade. Carregam uma grande lixeira, repleta de sucatas recolhidas em seu dia de trabalho. É quando, por meio de uma simples lembrança, embarcam em uma aventura inesperada, recontando, de forma extremamente criativa, lúdica e bem-humorada, o clássico “Moby Dick”.

Serviço: Tradução para Libras

Observações: 60min, gratuito, livre.

AULA DE YOGA

Data: 27/07 (sexta-feira)

Horário: 09:00

Local: Centro Cultural Vila Itororó – R. Pedroso, 238 – Bela Vista

Sobre: A oficina propõe trabalhar o corpo integral (físico, emocional e mental), bem como trabalhar valores para convivência. Numa aula de Yoga são praticadas Asana (posturas), Pranayama (respiração), exercícios de concentração e exercícios de relaxamento. A prática das posturas (Asanas) mostra a relação do yoga com o nosso dia a dia. A prática é um estímulo ao início das atividades físicas e à consciência corporal.

Serviço: Tradução para Libras

Observações: 120min, gratuito, livre. A distribuição de ingressos inicia 1h antes do evento.

TAMBÚ E CANDONGUEIRO

Data: 27/07 (sexta-feira)

Horário: 14:30

Local: Biblioteca Affonso Taunay – Rua Taquari, 549 – Mooca

Sobre: Através da pesquisa na linguagem do palhaço, o espetáculo mescla cenas do circo tradicional, circo contemporâneo, modalidades circenses e a cultura popular.

Serviço: Tradução para Libras

Observações: 60min, gratuito, livre.

SEMIBREVE

Data: 28/07 (sábado)

Horário: 17:00

Local: Casa de Cultura Tremembé – R. Maria Amália Lopes de Azevedo, 190 – Tremembé

Sobre: As caçadoras Bifi e Quinan, famintas há 3 dias, passam uma noite na floresta seguindo rastros de bichos e procurando comida.

Serviço: Tradução para Libras

Observações: 50min, gratuito, livre. A distribuição de ingressos inicia 1h antes do evento.

MAQUIAGEM ARTÍSTICA INFANTIL

Data: 28/07 (sábado)

Horário: 11:00

Local: Tendal da Lapa – R. Constança, 72 – Lapa

Sobre: Uma palhaça chega com seus apetrechos de maquiagens, vai montando sua mesinha, contando histórias, vai se empolgando e convidando os transeuntes a fazerem maquiagens com ela. Dentro deste universo de cores e brilho todos se divertem.

Serviço: Tradução para Libras

Observações: 120 gratuito, livre. A distribuição de ingressos inicia 1h antes do evento.

ELISA E OS CISNES SELVAGENS

Data: 28/07 (sábado)

Horário: 16:00

Local: Teatro João Caetano – R. Borges Lagoa, 650 – Vila Clementino

Sobre: Duas mulheres são obrigadas a mudar do lugar onde vivem. Enquanto separam caixas e livros, mergulham na história de Elisa, personagem que enfrenta os desafios de salvar seus irmãos de uma maldição e de sofrer um desterro e encarar o preconceito de um povo que não a aceita por ser diferente. Na adaptação do conto de fadas Os Cisnes Selvagens, de Andersen para a linguagem do Teatro de Papel, o grupo aborda questões como a intolerância e a importância do respeito e aceitação do diferente.

Serviço: Tradução para Libras e Audiodescrição

Observações: Teatro infantil, 50min, gratuito, livre. A distribuição de ingressos inicia 1h antes do evento.

O CADERNO ROSA DE LORI LAMBY

Data: 30/07 (Segunda-Feira)

Horário: 19:00

Local: Biblioteca Mário de Andrade – R. da Consolação, 94 – Consolação

Sobre: Lori é uma menina de oito anos que escreve em um caderninho rosa suas fantasias sexuais. O que vem a ser uma impossibilidade por definição se concretiza no mundo da fantasia literária de Hilda Hilst. E é nessa fronteira onde se encontram a irrealidade, o tabu, o desejo e a inocência da imaginação infantil que o texto genial de Hilda Hilst se constrói.

Serviço: Tradução para Libras e Audiodescrição

Observações: 45min, gratuito, 18 anos. A distribuição de ingressos inicia 1h antes do evento.

TAMBÚ E CANDONGUEIRO

Data: 31/07 (terça-feira)

Horário: 14:00

Local: Biblioteca Malba Tahan – Rua Brás Pires Meira, 100 – Jardim Susana/Veleiros

Sobre:

Por meio da pesquisa na linguagem do palhaço, o espetáculo mescla cenas do circo tradicional, circo contemporâneo, modalidades circenses e a cultura popular.

Serviço: Tradução para Libras

Observações: 50min, gratuito, livre.