O Brasil é hoje o maior consumidor mundial de agrotóxicos, o que explica a atual inserção do Brasil na economia mundial como agroexportador. Tal uso intensivo de agrotóxicos tem trazido impactos, tanto do ponto de vista ambiental, quanto para a saúde humana.

Nos últimos anos, conforme dados do Ministério da Saúde, mais de 25 mil pessoas foram intoxicadas com agrotóxicos no Brasil, o que significa que a cada dia 8 pessoas se intoxicam com agrotóxicos, sendo que 20% deste total refere-se a crianças e adolescentes.

A pesquisadora Larissa Mies Bombardi apresenta no Centro de Pesquisa e Formação do Sesc, em São Paulo, no dia 20 de abril, uma pesquisa, resultado de um pós-douturado realizado na Escócia, na Universidade de Stratchclyde, em Glasgow, com financiamento da Fundação de Amparo à Pesquisa no Estado de São Paulo, na qual tece comparação entre o uso de agrotóxicos no Brasil e na União Europeia, em uma perspectiva geográfica.

A pesquisa mostra, também, uma profunda assimetria entre os limites de resíduos em alimentos e água do Brasil e da União Europeia. Este limite chega a ser em alguns casos, desde o dobro até 5000 vezes maior no Brasil.

O resultado final foi publicado no Atlas “Geografia do Uso de Agrotóxicos no Brasil e Conexões com a União Europeia”.

Larissa Mies Bombardi é professora do Departamento de Geografia da USP, com Pós Doutorado na Universidade de Strathclyde, Escócia. Autora do Atlas “Geografia do Uso de Agrotóxicos no Brasil e Conexões com a União Europeia”.

Uso de Agrotóxicos no Brasil e Comparação com a União Europeia

Dia 20 de abril de 2018, sexta, das 19h30 às 21h30.

Recomendação etária: 16 anos. Número de vagas: 30.

R$ 15,00 (inteira); R$ 7,50 (aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública);  R$ 4,50 (trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo credenciado no Sesc e dependentes).

Tradução em Libras disponível. Faça sua solicitação com no mínimo dois dias de antecedência da atividade através do e-mail: [email protected]

Informações e inscrições pelo site ou nas unidades do Sesc no Estado de São Paulo.

Centro de Pesquisa e Formação do Sesc

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 – 4º andar.

Horário de funcionamento: de segunda a sexta, das 10h às 22h. Sábados, das 9h30 18h30.

Tel: (11) 3254-5600

Jornalista, social media e aparelhada para gostar de passarinhos. Tem interesse por mais assuntos do que é capaz de acompanhar. Aqui escreve sobre infinitas possibilidades de tornar o mundo um pouquinho melhor.