O curso será ministrado pelo engenheiro agrônomo Bruno Sales, formado pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), que vai ensinar a reconhecer e diferenciar 14 espécies da planta, cortar e manejar a matéria prima e prepará-la para a construção. Serão ensinados também alguns métodos de utilização do bambu em construções e um diferencial será a apresentação do uso do bambu gigante para projetar telhado em arco, técnica que Bruno executa na Ecovila Clareando. Bruno também vai mostrar como fazer alguns projetos detalhados com bambu. “É possível construir uma casa inteira com bambu”, ele diz.

Fonte renovável

Considerado uma fonte renovável, o bambu é um dos materiais mais inovadores na área da construção. É resistente o suficiente para substituir o aço em algumas estruturas, como mostram construções em países como China, Japão e Indonésia. Na América do Sul, o país mais desenvolvido no seu uso é a Colômbia, como atesta a catedral Alterna Nuestra Señora de La Pobreza, projetado pelo renomado arquiteto Simón Velez.  “Diferente do cimento, que é altamente poluente, o bambu é um recurso natural que não se esgota, desde que cortado corretamente”, afirma Bruno.

O curso

O curso vai acontecer de 31 de maio a 3 de junho, no feriado de Corpus Christi, e os valores variam de R$700,00 a R$900,00, dependendo do tipo de acomodação escolhida na hora da inscrição. O inscrito ganha ainda direito a todas as refeições, com opções de refeições veganas e vegetarianas, além de opções para quem come carne. Demais informações sobre as inscrições e o curso podem ser encontradas no evento no Facebook.