Construir um prédio digno do conceito “lixo zero” exige muito trabalho. Mas, o escritório do renomado arquiteto Renzo Piano encarou o desafio numa das metrópoles mais importantes do mundo: Nova Iorque. Anunciado em 2016, o edifício está em fase de conclusão.

Além de evitar que mais de 90% dos resíduos sejam encaminhados aos aterros, o projeto foca-se no aproveitamento máximo de luz natural. Um dos exemplos disso é ele ser quase totalmente revestido por vidros. Isso garante aos moradores uma vista panorâmica de 360 ​​graus do rio Hudson, que corta o estado de Nova Iorque.

De antigas fábricas a casa descolada

A ideia de construir um edifício arejado e repleto de luz era remontar os antigos lofts industriais do bairro de Soho. Nos anos 70, os lofts deste bairro de NY começaram a ser comprados por pessoas ligadas à arte e arquitetura, ganhando o status de espaço “cool”. A partir daí, acredita-se que se tenha popularizado a ideia de morar em tais espaços. Hoje em dia, inclusive, estes são os locais mais caros para se viver na cidade.

Para recriar o ambiente, a execução do projeto contou com a ajuda da empresa parisiense de design de interiores Rena Dumas Architecture Interieure. Os tetos são altos e as janelas de vidro super transparentes do chão ao teto, o que também realça a sensação de espaço.

Haverá ainda estações de recarga de veículos elétricos e bebedouros para encher a garrafinha de água e eliminar todo o uso de garrafa plástica descartável dentro do prédio.

Fotos: Noë & Associates with The Boundary

Luxo

Batizado de 565 Broome Soho, o edifício também tem vista para o One World Trade Center, construído no terreno onde ficavam as Torres Gêmeas destruídas no 11 de setembro. Já é de se imaginar o quão luxuoso é o prédio. Por dentro, há toda comodidade que um nova iorquino com poder aquisitivo para morar no coração da cidade pode almejar.

Os benefícios incluem uma piscina coberta e aquecida de 15 metros; um centro de ginástica; salas de vapor e sauna; terraço ao ar livre com paisagismo e parede verde. O prédio também será equipado com tecnologia de estacionamento automatizado. São 112 residências que variam de estúdios a apartamentos de até quatro quartos.

Renzo Piano

O famoso arquiteto foi nomeado pela revista Time como uma das 100 pessoas mais influentes do mundo. E aqui no CicloVivo já destacamos alguns projetos dele, relembre:

Renzo Piano projeta moradia individual e sustentável

Centro cultural em ilha do Pacífico é um clássico da arquitetura sustentável

Academia de Ciências Naturais da Califórnia tem edifício revitalizado de forma sustentável

Jornalista, social media e aparelhada para gostar de passarinhos. Tem interesse por mais assuntos do que é capaz de acompanhar. Aqui escreve sobre infinitas possibilidades de tornar o mundo um pouquinho melhor.