Coberto por um lindo telhado verde curvo e banhado por muita luz natural. É assim o estúdio projetado pelo escritório de arquitetura Tonkin Liu, que traz paz e tranquilidade para seus moradores e visitantes.

O estúdio foi construído como uma extensão de uma casa pré-existente, criando um verdadeiro oásis para trabalhar e receber  hóspedes. A reforma renovou totalmente o andar térreo (incluindo o quintal dos fundos) e o porão subterrâneo de uma residência típica da cidade de Londres, deixando os andares superiores isolados para os residentes.

Revestida em vidro do chão ao teto, a luz natural inunda o ambiente. A forma curva da cobertura também não foi projetada ao acaso: ela acompanha a linha do sol, permitindo a passagem de luz para o interior da construção. Coberto com uma linda vegetação, o telhado verde, além de proporcionar melhor conforto térmico, também atua como uma extensão da paisagem ao redor.

TonkinLiu-SunRainRoom-1020x610

Outro destaque da obra é o sistema de captação e reuso de água. A água da chuva e dos chuveiros da casa é coletada, filtrada e armazenada em um reservatório na cobertura da residência. Esta água, chamada de água cinza, é usada nas descargas, na rega do telhado verde e também para abastecer um espelho d’água que só funciona quando acionada uma bomba. Ao apertar um botão, a água do reservatório desce por uma calha, caindo do alto como uma cascata.

Tonkin Liu Sun Rain Room

Outra técnica que também foi utilizada para melhorar a iluminação do ambiente foi a adoção de claraboias redondas no teto. Os arquitetos, junto aos artesões locais, criaram um trabalho no forro, ao redor das claraboias, que imitam pingos de chuva na água – a inspiração central do projeto -, e ainda deixam mais luz passar e refletir.

Tonkin-Liu-Sun-Rain-Room-claraboia-telhado-verde-espelho-dagua

No andar de cima se destaca uma sala, que é uma espécie de jardim de inverno e funciona como espaço extra para os moradores, além de também cumprir a função de sala de reunião. Uma parede espelhada na área exterior esconde uma oficina, área de culinária e um galpão. No subsolo foi construído ainda um quarto e dois banheiros, todos muito iluminados e cercados por plantas.

TLA-SRH-0041

De acordo com os arquitetos, o local foi criado para fornecer um espaço calmo e envolto pela natureza atuando como “um bom lugar para estar em um dia ruim”.

Veja aqui e aqui outros exemplos de edifícios com telhado verde.

Redação CicloVivo

 

Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.