Inspirado nos campos de arroz asiáticos, o escritório alemão Ingenhoven Architects criou um projeto fantástico para o edifício Marina One, localizado na região central de Cingapura. Chamado de “Coração Verde”, o espaço recria uma floresta tropical ao centro de quatro prédios. A ideia foi realizada em conjunto com o estúdio de Londres Gustafson Porter + Bowman.

Em seus mais de 400 mil metros quadrados, Marina One foi projetado para ser de uso misto com espaço para morar, trabalhar e de lazer. Aos contrários a “arranhas-céus”, a Ingenhoven Architects defende que hoje mais da metade da população vive em cidades e que esse número aumentará para 70% nas próximas três décadas. Para Marina One foi criado um espaço verde central compartilhado, que devido a interação entre a geometria dos prédios facilita a ventilação natural e gera um microclima agradável.

As duas torres de escritórios possuem uma área de 175 mil metros quadrados, já as duas torres residenciais têm capacidade de abrigar três mil moradores. Ao longo dos andares podem ser encontrados pequenos oásis verdes, sendo que o nível mais baixo do jardim possui caminhos que ligam as várias torres, além de rota direta no centro do espaço que atravessa uma lagoa refletora.

A ideia era enaltecer a diversidade da flora tropical e, para tanto, o espaço possui mais de 700 árvores, sendo 350 tipos diferentes de espécies arbóreas e de plantas em uma área ajardinada de 37 mil metros quadrados.

A forma das paredes circundantes também ajuda a melhorar a ventilação natural. Além disso, em todo o conjunto foi implantado sistemas de ventilação que poupam energia, é o caso dos dispositivos que reduzem a incidência solar no prédio. A fachada em tons terrosos, passarelas em madeira e pavimentação de pedra completam a atmosfera do local, que já foi certificado com o Green Mark Platinum e LEED Platinum. Marina Onde será inaugurado na próxima segunda-feira (15).

  

Fotos: H G Esch

Redação CicloVivo