São José é a terceira cidade mais populosa do estado da Califórnia, nos Estados Unidos, ficando atrás apenas de Los Angeles e San Diego. E no meio de tanta gente, muitos não têm onde morar. Mas, a cidade vai testar a possibilidade de amenizar a situação por meio das “tiny house”, famosas no norte da América, elas são casas minúsculas que mesmo dentro de um espaço limitado possuem tudo que o morador precisa -, em alguns casos, são até luxuosas.

O projeto de criar uma aldeia com unidades residenciais já foi aprovado pelo Conselho Municipal da cidade, agora resta escolher o projeto. Folding Home e Better Together: são ao menos duas opções oferecidas pelo estúdio de arquitetura e design colaborativo Gensler, que possui escritórios no mundo inteiro, inclusive em São Paulo.

Ainda no papel, o projeto prevê que cada residência tenha uma pequena cama, porta e janelas. Cada comunidade poderá ter cozinha, banheiros e chuveiros comunitários, entre outras, áreas comuns. Em cada aldeia poderá morar 25 pessoas e a cidade terá conjunto em cada um dos 10 distritos da Câmara Municipal.

A ideia é que o programa de comunidade residencial seja de um ano. As habitações, neste caso, seriam uma solução provisória, assim como já funcionam alguns projetos de casas emergenciais. O próximo passo é determinar três lugares com potencial para implantar o projeto-piloto.

O projeto pode ser até melhorado, se eles se inspirarem, por exemplo, na vila para pessoas em situação de rua criada na Holanda. Como mostramos aqui, a aldeia é super colorida, é equipada com energia solar e ainda foi construída num local onde há verde em abundância.

Imagem: Gensler/Divulgação
Imagem: Gensler/Divulgação

Redação CicloVivo

Jornalista, social media e aparelhada para gostar de passarinhos. Tem interesse por mais assuntos do que é capaz de acompanhar. Aqui escreve sobre infinitas possibilidades de tornar o mundo um pouquinho melhor.