Um estúdio chinês uniu a tendência de construir habitações minúsculas com o bom e velho concreto. E o diferencial? A construção é feita em formato de tubo e usando concreto reutilizado. A ideia é que as pequenas casas possam se moldar a qualquer ambiente urbano.

Diferente das modernas “tiny houses” que o CicloVivo tem divulgado, veja aqui e aqui, esta é bem simples. Chamado de Opod Tube House, o modelo foi criado pela James Law Cybertecture. As residências de tubos são feitas com água e concreto reutilizado, medindo um pouco mais de oito metros de diâmetro.

Cada tubo é projetado para acomodar uma ou duas pessoas e seu interior é equipado com sala de estar com um banco que se converte em uma cama, um mini-frigorífico, banheiro e espaço para armazenamento de roupas e itens pessoais.

Para o arquiteto responsável pelo projeto, James Law, as casas poderão ser úteis tanto para jovens como para as gestões municipais que precisam resolver o problema da falta de moradia nos centros urbanos. Durante uma entrevista, ele chegou a dizer que entre duas construções de edifícios há muitos espaços estreitos e com restos de terra que poderiam ser “ocupados” com seus “Opods”.

Quem achou a ideia muito maluca, vai se surpreender ainda mais sabendo que já existe um hotel no México neste modelo de tubos de concreto -, o CicloVivo falou dele aqui.

housetubo1 housetubo2 housetubo3 housetubo4 housetubo5JamesLawCybertecture_f6fa0c5d490981a5a1370a4ff431d63a3b100cc3-pJamesLawCybertecture_efb873076364543dc193a1a439bccc47e6557927-phousetubo6housetubo7housetubo8

Fotos: James Law Cybertecture

Redação CicloVivo