Ter uma estrada cheia de carros, barulho e poluição na janela de casa não é algo agradável. Para acabar com esse problema, o arquiteto norte-americano Christopher Patano apresentou um projeto que transforma 3,2 km de uma via elevada em um parque na cidade de Seattle, EUA.

A estrada alvo do problema é um trecho da Interestadual-5. De acordo com o arquiteto, trata-se de uma via mal utilizada que passa pelo meio da cidade e que ao invés de ajudar a facilitar a vida dos moradores, acaba trazendo apenas prejuízos. Os pontos apontados por ele são muito semelhantes ao da cidade de São Paulo, com o Minhocão, uma pista que coloca os automóveis praticamente no mesmo nível das janelas dos prédios, levando altos níveis de poluição do ar e sonora aos residentes.

Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação

No lugar da via automotiva, que conta com dez faixas, Patano sugere construir um parque linear com uso múltiplos. O projeto pretende substituir o asfalto por grama, árvores, pista de corrida, ciclovia, áreas para o descanso, entre outras coisas. O diferencial desta ideia para outras já colocadas em prática em outras cidades do mundo, é o aproveitamento também do vão da pista.

Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação

“Não é apenas um parque e não se trata apenas de eliminar a estrada”, explicou o arquiteto em entrevista ao site Fast Co.Exist. Segundo ele, a ideia é tornar o local uma referência para a cidade, proporcionando estruturas que faltam na região.

Para alcançar este objetivo, o projeto do parque inclui também um centro de conferências, construído no vão do elevado, uma arena esportiva e áreas para escritórios e até mesmo residências. “Nós olhamos para a complexidade como uma oportunidade para este projeto”, finalizou o arquiteto.

Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação

As autoridades de Seattle ainda não aprovaram a construção, mas os arquitetos envolvidos na ideia estão dispostos a fazer todo o esforço possível para que ela vire realidade.

Redação CicloVivo